Categoria: Esporte

7 Esportes Mais Populares No Brasil

esportes mais populares do brasil

Não é muito difícil afirmar que o futebol ou o futsal, como os americanos lhe chamam, é o desporto mais popular do Brasil. No entanto, outras modalidades estão ganhando terreno e apoiadores. Descubra neste artigo quais são os principais esportes entre os brasileiros.

Há um ditado popular no Brasil que diz que cada criança sonha em se tornar um jogador de futebol profissional. Isso pode não ser inteiramente verdade, mas definitivamente diz muito sobre as preferências esportivas locais.

O futebol é uma paixão nacional, mas hoje em dia, para muitas pessoas, não é a única. Outros esportes estão se tornando cada vez mais populares por diferentes razões.

Não existe dúvidas de que a facilidade de ver e aprender qualquer coisa hoje em dia é um fator importante, porque as emissoras hoje em dia estão exibindo competições internacionais de diversas modalidades, e devido aos Serviços de transmissão ao vivo.

Infelizmente, o Brasil não possui números atualizados ou um ranking confiável que possa medir claramente os esportes mais populares do país.

Os dados mais recentes são de 2006, muitos esportes como as artes marciais, ganharam maior importância depois este período.

Uma vez que não é possível quantificar com precisão o número de praticantes de cada esporte, a lista abaixo introduzirá os que são mais comumente observados também. Embora não forneça uma noção exata, traz uma visão completa da relação atual entre brasileiros e esportes.

1. Futebol

O futebol é o desporto favorito do Brasil, ponto final. De acordo com a FIFA (Federação internacional De Football Association), há 13,2 milhões de jogadores de futebol no Brasil, não considerando aqueles que o praticam apenas por Diversão.

O Brasil é conhecido como o país de alguns dos jogadores mais talentosos do mundo, e é a única equipe nacional que ganhou cinco títulos da Copa Do Mundo FIFA.

Além disso, os jogos de futebol ocupam o horário nobre de alguns dos principais canais de TV do Brasil, e a cada quatro anos, quando acontece a Copa Do Mundo FIFA, a maioria dos brasileiros pode trabalhar em a tempo parcial, ou não trabalhar de todo, quando a seleção joga.

2. Voleibol

Nenhum outro esporte pode igualar a popularidade do futebol, mas o voleibol é provavelmente o que se aproxima. Não só é o esporte mais praticado por meninas jovens no país, mas também é um dos poucos esportes difundidos regularmente por estações de televisão livres para ar.

Quando o Atlas Do Esporte Brasileiro, o documento de pesquisa sobre a prática de esportes no Brasil, foi lançado em 2006, havia 15,3 milhões de praticantes no país, contando tanto profissionais quanto amadores. As entidades responsáveis por este esporte acreditam que este número cresceu desde então.

3. Natação

Não é difícil entender por que a natação é popular em um país que tem uma costa com mais de 7.000 km. Geralmente, a grande maioria das pessoas não assistem muito as competições de natação, exceto quando os Jogos Olímpicos ou Pan Americanos estão acontecendo, mas o número de nadadores no Brasil é muito grande: a maioria deles aprende a nadar quando são jovens.

4. Atletismo

O atletismo não é um único esporte, mas um grupo deles, o que ajuda a torná-lo popular. Mas diferentes modalidades relacionadas com Correr e saltar são incentivadas por professores em muitas escolas públicas, embora os concorrentes queixem-se da falta de investimento dos competidores profissionais pelo governo.

5. Futsal e futebol de Praia

Tanto o Futsal quanto o futebol de Praia, conhecido como Futebol de Areia, são variações do esporte mais popular do país, e foram criados no Brasil. É muito popular entre os jovens estudantes, uma vez que é mais fácil encontrar um campo indoor do que um campo de futebol disponível.

O segundo é a versão de futebol jogado em um campo de areia. A abundância de praias também explica a popularidade deste esporte.

6. Judo

Mesmo que o judô não seja tão exaltado hoje em dia como outros esportes similares no Brasil, é considerado a arte marcial mais praticada no país. O Atlas do Esporte Brasileiro de 2006 afirma que mais de 2 milhões de pessoas praticam judô, que foi originalmente inventado no Japão. Crianças e jovens são responsáveis por uma grande parte do número de praticantes.

7. Capoeira

Embora a Capoeira seja reconhecida como um esporte, alguns afirmam que é mais semelhante a uma dança ou apenas a uma expressão cultural. Foi criado como uma derivação de danças e rituais desenvolvidos por escravos africanos durante o período colonial do Brasil.

Hoje em dia, as pessoas de várias idades e classes econômicas praticam a Capoeira, visto que ela é vista como uma atividade benéfica, uma vez que melhora o reflexo, a circulação e a coordenação motora. Quando o Atlas Do Esporte Brasileiro, o documento que pesquisou a prática de esportes no Brasil, foi lançado em 2006, havia 6 milhões de praticantes no país.

Ginástica Artística

ginástica artística, também chamada de ginástica olímpica, é uma modalidade esportiva que envolve um conjunto de movimentos.

Esses movimentos exigem precisão, força, flexibilidade, agilidade, coordenação e equilíbrio. Portanto, o domínio do corpo é uma das principais características desses atletas.

ginástica artística
Movimentos de ginástica artística

Quem pratica a ginástica artística são chamados de ginastas. Embora inicialmente ela era praticada somente por homens, hoje essa modalidade está presente em ambas categorias (masculina e feminina).

Você sabia?

No início, essa modalidade era chamada de ginástica olímpica. Somente mais tarde e com a inclusão da ginástica rítmica desportiva e da ginástica de trampolim ela passou a ser chamada de ginástica artística.

História

A história da ginástica artística é mais antiga do que pensamos. Acredita-se que os gregos praticavam diversos movimentos e acrobacias em alguns aparelhos com o intuito de atingir a perfeição física.

A ginástica grega era uma preparação do corpo tanto para a prática de outros esportes, como para o treinamento militar.

No início do século XIX, o pedagogo alemão Friedrich Ludwig Christoph Jahn (1778-1852) foi um dos responsáveis por transformar a ginástica artística em modalidade esportiva.

Retrato
Retrato de Friedrich Ludwig Christoph Jahn

Ele fundou clubes de ginástica para jovens e interessados na modalidade e ainda, criou diversos aparelhos que são utilizados até hoje.

Por esse motivo, é chamado por alguns de “pai da ginástica”. Visto que a prática era vista como perigosa, Jahn foi preso e a ginástica foi proibida.

Felizmente, adeptos desse esporte não permitiram sua extinção. Assim, alguns alemães levaram a modalidade para outras partes da Europa e do mundo.

Em 1881 foi fundada a Federação Europeia de Ginástica, o que resultou na consolidação dessa modalidade esportiva.

Desde 1896, a ginástica artística está presente nos jogos olímpicos. Começou nos Jogos de Atenas e nos Jogos Pan-americanos ela está desde 1951.

No tocante à categoria feminina, foi somente nas Olimpíadas de 1928 na Holanda que as mulheres passaram a competir. Hoje esse grupo tem grande representatividade no Brasil e no mundo.

Ginástica Artística no Brasil

A ginástica artística chega ao Brasil em finais do século XIX. Trazidos por imigrantes europeus, foi nos Estados da região do sul que ela teve início.

Em 1858 foi fundada em Santa Catarina a Sociedade de Ginástica de Joinville. Dez anos depois, foi fundada em Porto alegre outra organização dessa modalidade: a Sociedade de Ginástica de Porto Alegre (Sogipa).

No início do século XX, Rio de Janeiro e São Paulo começaram a praticar ginástica olímpica em clubes da cidade. O primeiro campeonato nacional ocorreu em 1950 entre atletas paulistas, cariocas e gaúchos.

Em 25 de novembro de 1978 foi criada a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), órgão responsável pela modalidade no país.

Logo, ela filiou-se à Federação Internacional de Ginástica (FIG), responsável pela organização de competições mundiais.

A primeira competição olímpica brasileira foi realizada em Moscou em 1980. Desde então, essa modalidade vem crescendo no país. Merecem destaque os ginastas Daiane dos Santos e Diego Hipólito, ambos campões mundiais.

Regras

Geralmente as provas de ginástica artística tem o foco na perfeição dos movimentos. Numa sequência oré-determinada, os ginastas executam uma série de movimentos que ocorrem nos aparelhos e no solo.

Aparelhos

Além de movimentos no solo e os saltos realizados pelos ginastas, a ginástica olímpica reúne diversos aparelhos. Os ginastas usam uma espécie de tala nas mãos para realização desses movimentos.

Para as categorias femininas e masculinas os equipamentos utilizados são diferentes. Assim, para a prática masculina os principais aparelhos são:

  • Cavalo com alças
  • Argolas
  • Barras Paralelas
  • Barras Fixas
  • Barras Assimétricas
  • Barras de Equilíbrio

Salto e Solo

Tanto as mulheres como os homens realizam movimentos no solo e saltos.

Mediante uma corrida inicial curta, os atletas desenvolvem um impulso necessário para dar um salto. Por fim, eles pousam os pés num colchão.

Na prova de solo, giros, saltos, passos e movimentos acrobáticos são realizados pelos dois grupos. Eles não podem ultrapassar o limite da quadra em forma de quadrado com 12 metros de lado.

Os homens têm 70 segundos para realizar os movimentos. Já as mulheres, têm 90 segundos.

Na prova de solo masculina não há música para acompanhar os movimentos. Na feminina, por sua vez, há um fundo musical.

Os juízes atribuem notas relacionadas com a execução de cada movimento de acordo com o grau de dificuldade. Se os ginastas cometem erros, alguns pontos são retirados.